quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Nobreza Decandente

Por vezes sinto-me como uma velha condessa desesperadamente agarrada ao título, mas que guarda os croquetes e os rissóis na carteira quando convidada para uma recepção.
Vivo na zona nobre. Privo com diplomatas. Almoço com Primeiros-Ministros. Lancho com antigas Primeiras Damas. Janto com Prémios Nobel. Mas no fim do dia vai-se a ver e não passo de uma estagiária que mal ganha 800 euros.

1 comentário:

Ana Margarida disse...

conheço tão bem a sensação...