quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Apelo ao Leitor

Faço um apelo ao leitor que visita este blog desde a Índia que me contacte, sff.
Eu depois explico. :)
Obrigada

28 de Dezembro


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Novidades no blog

1. Como Margaridinha já deu conta, este blog tem neve. Um pequeno apontamento natalício e invernoso. Todos os anos peço neve no Natal. Ora se Maomé não vai à montanha,vai a montanha a Maomé.
2. Dada a minha falta de inspiração para a escrita ou falta de eventos dignos de nota, começarei a comunicar por imagens. Todos os dias, tanto quanto possível (mas dado o marasmo em que a minha vida se encontra, vai ser possível quase sempre), vou postar uma foto. Uma foto por dia nem sabe o que lhe fazia. Sem pretensões artísticas. Umas serão melhores, outras piores. Mas uma foto por dia está garantida.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

nem é preciso falar da Popota Som Sistema...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Sou só eu...

Ou os anúncios do Pingo Doce com a cantoria esganiçada e o da TMN com a Daniela Mercury e o estúpido do boneco com voz de papagaio são das coisas mais irritantes deste mundo?
E pior... é que são daqueles anúncios que duram e duram e duram...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

London Soundtrack

Kings of Convenience - Mrs. Cold

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Do silêncio e do tédio

Pois não tenho escrito. Porque não há nada para escrever. Sobre o que escrever.
As eleições não trouxeram nada de novo.
Comentar as escutas, o novo governo ou como as campanhas andaram ao ritmo de um programa de entretenimento seria dizer banalidades ou repetir o que os outros já disseram.
Já não tenho paciência para as beatas ofendidas que se mandam ao ar cada vez que o Saramago fala.
Leituras pseudo-intelectualizadas sobre filmes e livros também não me parece.
Nem sequer há um miúdo giro (ou feio, for that matter) que me dê que pensar ou que escrever, para o bem ou para o mal.
Será puro tédio ou apenas o último degrau para o nirvana e uma vida de contemplação. O futuro da minha sanidade mental o dirá.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O poder da palavra

Para deixar um homem doido, basta deixar escapar em conversa que se sabe fazer dança do ventre. Nem é preciso saber dançar. É só dizer que se sabe. Ficam logo com os olhinhos arregalados.

domingo, 4 de outubro de 2009

O mundo deveria estar constantemente à média-luz.
É que assim a minha celulite é imperceptível.

domingo, 27 de setembro de 2009

Resta-me o consolo de saber que o PSD ganhou na minha junta de freguesia.
Amanhã cá estaremos para o pesadelo do day after.
Cheira-me que as duas ou três freguesias da Madeira onde o PS ganhou amanhã vão ser corridas a bulldozer.
Não percebo porque é que o Santana Lopes, com tantos problemas em ser visto com o PSD, não fez uma candidatura independente à Câmara Municipal de Lisboa.
Agora era mandar a foto do Cavaco para o Largo do Rato.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Por mais parada ou indefinida que a minha vida esteja, cada vez que eu vejo um grupo de miúdas de 13 anos, fico sempre muito feliz de ter 27 e de já ter passado aquela fase.

sábado, 19 de setembro de 2009

Desempregados de todo o mundo, uni-vos!

Em conversa com um amigo, cheguei à conclusão que deveria haver um espaço no mundo reservado aos desempregados.
Desde terça-feira que deixei o estatuto de estudante (e daí talvez não que o meu cartão da faculdade tem validade até ao fim do mês) para ser jovem à procura do segundo emprego. Eu e mais de metade dos meus colegas da faculdade. Sem nada para fazer a não ser enviar candidaturas de emprego que nunca têm resposta. Com todo o tempo do mundo para fazer as coisas que nunca se fazem por falta de tempo: viajar, tirar cursos. Sem dinheiro para fazer todas aquelas coisas para as quais agora temos tempo. Aborrecidos de morte porque toda a gente à nossa volta está ocupada. E nós, todos os desocupados, que tão bem podíamos fazer companhia uns aos outros, estamos espalhados pelos quatro cantos do mundo. Portugal, Quebèc, Califórnia, Suíça. E, lá está, mais uma vez sem dinheiro para nos podermos visitar, divertir e confortar. A tornar-nos uns viciados no skype e no FB.
Então não era, à semelhança dos sanatórios e do Ensaio sobre a Cegueira, nos meterem todos juntos? Seria a Joblessland ou a Desempregadopólis.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Destino ou eterno back-up?

Quando a vida não me corre de feição, eu começo sempre a pensar no meu ex.
Como se calhar, bem vistas as coisas, ele nem é mau rapaz, os olhos azuis, o nosso estilo e projecto de vida são semelhantes, os olhos azuis, tanto tempo depois continuamos em contacto, os olhos azuis...
Ele não ouve o que eu digo? Não tem sentido de humor? Não conseguimos conversar? Details!
Ele pode muito bem ser o homem da minha vida e eu é que ando aqui a fazer-me de esquisita.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Lyrics of my life

Não consigo dominar
Este estado de ansiedade
A pressa de chegar
P'ra não chegar tarde

Não sei de que é que eu fujo
Será desta solidão
Mas porque é que eu recuso
Quem quer dar-me a mão

Vou continuar a procurar
A quem eu me quero dar
Porque até aqui eu só:
Quero quem eu nunca vi
Porque eu só quero quem
Quem não conheci
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca vi
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca conheci
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca vi

Esta insatisfação
Não consigo compreender
Sempre esta sensação
Que estou a perder

Tenho pressa de sair
Quero sentir ao chegar
Vontade de partir
P'ra outro lugar

Vou continuar a procurar
O meu mundo
O meu lugar
Porque até aqui eu só:
Estou bem aonde não estou
Porque eu só quero ir
Aonde eu não vou
Porque eu só quero estar
Aonde não estou
Porque eu só estou bem
Aonde não estou

Estou além, António Variações

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Live fast, die young

Com as reviravoltas que a minha vida leva em questão de dias ou até horas, eu acho que o meu coração não se aguenta até aos 30.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Vícios e paixões recentes

Já na recta final da tese e a ponto de vomitar tudo que tenha que ver com convenções internacionais e armamento - eu ja sei a diferença entre a AK-47, a Uzi, a M-16 e a Barret - comecei a inventar todo o tipo de distracções. Algumas delas (não todas) são bastante recomendáveis.
Ora, estou mais que viciada nas TED Conferences, conferências que duram 10-20 min sobre todos os temas possíveis.
E entretanto, fiquei completamente apaixonada pelo Allain de Botton, um filósofo dos tempos modernos. Quando acabar a tese, vou ter uma barrigada dos livros dele.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Há dias fui a uma sexshop. Vi um vibrador com muito bom aspecto. E cinco anos de garantia. Mais do que qualquer relação que eu já tenha tido.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O melhor do mundo são as amigas

A - Pus um ponto final nesta história. Não tou para o aturar.
B - Fazes bem. Ele é um idota. Não há paciência.

5min depois...

A - Afinal vou tomar café com ele...
B - IIIIEEEEIIII! Que bom. Vais ver que te vais divertir. Aproveita-o bem!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Internet do Demónio

Skype, MSN e Facebook desligados. Tudo para conseguir concentração máxima para a tese que o tempo está a passar e a minha vidinha parece estar a andar para trás.
Resultado? Ponho-me a ver vídeos do Ren & Stimpy e do Jon Lajoie no YouTube, as conferências da TED Ideas e a ouvir o novo álbum dos Nouvelle Vague no MySpace. E a escrever inutilidades no blog, claro.
E o tempo está a passar. E a minha vidinha a andar para trás. E se fosse só a tese...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Se eu passasse tanto tempo a analisar as teorias de controle de armas do Karp e do Klare quanto passo a analisar o comportamento masculino, a esta altura ja tinha a tese feita. A nível de doutoramento.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Os bons partidos

Antigamente, as mãezinhas e as avós queriam que as suas meninas casassem com um médico. Que é sempre bom ter um médico na família para alguma urgência ou um atestado médico falsificado.
Nos dias que correm, o bom partido é um engenheiro informático. Que mais urgente que a nossa saúdinha, são os problemas que os computadores dão. É sempre bom ter um informático por perto.

domingo, 16 de agosto de 2009

Nunca mais parto um pé


E vou substituir o leite com cereais pela manhã.
A cerveja é o novo dois em um.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

London Soundtrack

Franz Ferdinand - No You Girls

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O meu mais recente objectivo de vida e a solução para alguns dos meus problemas

O meu sonho assim mesmo a sério era ir para o Exército. Mas não dá. Não aguento acordar de madrugada, cumprir ordens ou usar uniforme.
Solução: ser Ministra da Defesa. Marco a hora de revista às tropas, dou ordens e posso fazer isso tudo do alto dos meus saltos altos e com um vestidinho Chanel.
Como já fiz um curso de defesa nacional, já tive mais tempo de tropa que o Paulo Portas. E como não quero ter filhos, a minha barriga de grávida não causará escândalos como a espanhola.
Só me falta um partido político.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O meu momento budista

Para a próxima encarnação, eu vou tentar ser um gato.
A avaliar pela duração e volume da gritaria que dois gatos estavam ontem à noite a fazer debaixo da minha janela, o sexo deve ser fantástico.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O meu momento feminista

Glenn le magnifique-Court Metrage-Animation

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Meu querido mês de Agosto

Este blog encontra-se em modo emigrante regressa à terra, o que aliado ao já existente modo tese de 10 000 palavras, vai resultar em pouca actividade.
A menos que chova o que choveu no sábado e eu venha para aqui dizer mal da vida e que se era para apanhar mau tempo, mais valia ter ficado em londres.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

London Soundtrack

Jarvis Cocker - I never said I was Deep Live at Galerie Chappe

sábado, 25 de julho de 2009

Começou

E mais cedo do que se previa.
A síndrome trabalho para a fac/tese.
Eu na cama, luz apagada, prontinha para dormir. Vira para um lado. Vira para o outro. Começam a vir pensamentos. Armas. NSAs. AK-47. Vá, vá, tenho que dormir. Auto-determinação. Mísseis de ombro. Oh que caneco, estou cansada e isto não pára. Direitos humanos. Nações Unidas.
OK, you win!
Lá ligo a luz. Pego na caneta e no caderno e começo a escrever as ideias que me vêm à cabeça para a tese. E é que não são só anotações, ideias. Não! São frases completas. Parágrafos. Com vocabulário académico. Verdadeiros capítulos.
Depois fico mais sossegada. Apago a luz e durmo. São 3 da manhã.
Prevê-se que daqui a umas semanas eu não me satisfaça com o caderninho e o passar tudo para o computador na manhã seguinte, mas que acabe por o ligar e escrever noite fora.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

I died and went to heaven

Estava eu no meu passeiozinho de domingo, a vaguear por essas ruas de Londres à procura de Saville Row, quando me deparo com as portas do céu. E com o belo São Pedro à porta!
Era a Abercrombie&Fitch, uma loja americana a meio caminho da Tommy Hilfiger e a Springfield, tanto em estilo quanto em preço. Eu já tinha ouvido falar da loja, mas não imaginava que fosse assim.
Uma pessoa entra e fica logo inebriada pelo cheiro a homem. Sim, cheiro a homem, a virilidade, a músculo. A loja pulveriza constantemente o perfume da marca na loja.
E ainda está a tentar recuperar do choque quando tem outro: um belo deus grego com ar de americano em tronco nu a distribuir flyers. Sim, eh verdade. Um verdadeiro David, cheio de saúdinha e juventude. Nada daquelas criaturas asquerosas, tipo armário com braços que caiu numa banheira de óleo johnson, que se vêem nas discotecas com dançarinos.
A seguir entra-se efectivamente na loja. Paredes escuras, ambiente a meia-luz, música alta... mas tudo com muita pinta. Como eu já disse, a roupa é tipo Hilfiger, nada de fatos em látex ou outros instrumentos S&M.
E os empregados... ai, senhores, os empregados... LINDOS!!!! Aqueles miúdos americanos, tipo Gossip Girl e OC, que estudam na Ivy League e praticam remo e lacrosse. Aquelas carinhas de anjo, perfeitinhas até mais não... Sim, porque para trabalhar nesta loja, não se tem uma normal entrevista de emprego, tem-se um casting.
Sim, morri e foi parar ao céu durante 15 minutos, que foi o tempo que a minha companhia masculina me deixou estar na loja. Ele bem falava comigo, mas eu estava desorientada, sem saber se olhava para aqueles Davids todos, se tentava engatar um ou se procurava um lenço para limpar a baba.
Cada vez que me lembro tenho um momento jizz in my pants.

domingo, 19 de julho de 2009

London Soundtrack

YOUTH GROUP: Forever Young

quarta-feira, 15 de julho de 2009

E nós aqui somos todos parvos e ainda vivemos na era Bush



Que conveniente que é para a China que, nesta altura do campeonato, uma consultora PRIVADA tenha vindo alertar para o facto da Al-Qaeda - que como se sabe é o mal em figura de organização - ter feito uma ameaça contra os interesses chineses.
Ao contrário das anteriores formas de comunicação como a Internet, os comunicados de imprensa e mensagens áudio ou vídeo que chegam a todas as massas, desta vez a Al-Qaeda preferiu usar uma consultora PRIVADA para passar a mensagem à China e aos potenciais terroristas do mundo.
Curiosamente, depois de uma pesquisa pelo Google não consegui perceber afinal como é que a dita consultora PRIVADA tinha tido acesso a tal "ameaça", que afirma ter sido pública.
Mais curiosamente ainda, os ataques não ocorrerão dentro da China, onde o governo tem o total apoio da maioria da população para esmagar a revolta, mas no estrangeiro, de onde têm vindo as maiores críticas ao regime chinês em relação aos direitos humanos.
É preciso explicar mais?

terça-feira, 14 de julho de 2009

London Soundtrack

Coldplay - Billie Jean (Live in George @ The Gorge Amphitheatre)

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Da obscuridade

Aqui por terras estrangeiras, qual organização tem sempre no seu website uma parte que diz jobs, vacancies, employment, careers, work with us.
Seja um ministério, uma ONG (das mais conhecidas às mais manhosas), uma empresa, uma organização internacional, uma universidade ou qualquer outra coisa. E os anúncios de vagas de emprego referem-se a todas os cargos, de director a recepcionista. Se estou interessada em trabalhar ou até voluntariar para uma determinada organização, basta-me consultar o site e ver as oportunidades.
Em Portugal, às vezes parece que as entidades funcionam sem pessoas (deve ser por isso que funcionam tão mal). Nada existe nos sites. Ninguém sabe como trabalhar para elas nem como recrutam pessoas, se as recrutam tão-pouco. Pergunto-me se serão entidades fantasma, se não têm funcionários.
Cruz Vermelha, UNICEF, ACNUR, Ministérios, think-tanks, jornais. Tudo vive numa obscuridade tremenda. Pura e simplesmente não se sabe como funcionam. Ou então sabe-se, o que torna a coisa ainda mais deprimente. A cereja no topo é a Oikos, uma ONG daquelas muito boazinhas que ajudam os meninos pobres de África e que querem promover a boa-vontade de todos os cidadãos. No site, fazem uma descrição longuíssima do que é ser voluntário e que bom que é e que todos devíamos fazer e depois... ficam por aí. Não existe um "junte-se a nós", "voluntarie connosco", NADA!!!!
A única coisa que isto me suscita é repugnância.
Ah e, claro, pouca vontade ou possibilidade de algum dia regressar.

domingo, 12 de julho de 2009

Para quem está aqui por Londres

Vão ver a exposição de fotografia Humanity in War, organizada pela British Red Cross e o Comité Internacional da Cruz Vermelha.
A exposição mostra fotos das frentes de guerra onde a Cruz Vermelha tem actuado desde 1860.
É uma forma de celebrar os 150 anos da Batalha de Solférino e os 60 anos das Convenções de Genebra.
A entrada é livre e está aberta até dia 19 de Julho, das 11h às 6h na Oxo Gallery, South Bank.
Se quiserem ver a minha carinha laroca como vigilante, têm que ir pela manhã (vá, até às 14h) durante os dias da semana. Eu sei que é um horário tramado, mas eu gosto de me fazer difícil.

sábado, 11 de julho de 2009

Rapariga, instrução universitária, boas famílias procura...

Eu juro que se agora me aparecesse um homem (ou mulher, que ontem uma lésbica tentou engatar-me, por isso eu já estou por tudo) a propôr-me casamento, a prometer que me sustentava e que dava uma mesadazinha para os meus cremes e os meus sapatos, eu dizia logo que sim. Tudo para não ter que procurar mais emprego e, principalmente, escrever cartas de apresentação. Eu odeio cartas de apresentação! Quase tanto quanto odeio a minha nova colega de casa.
Carreiras, carreiras... overrated... invenções de feministas, mulheres a quem ninguém lhes pega, é o que é!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Alerta Vermelho: vírus Berlusconi em propagação

O Berlusconi anda a ensinar umas coisas aos seus homólogos.
Só ainda não percebi se o sorriso do Sarko é para o derrière da senhora ou para o virar de pescoço de Obama.
Mas como se afirma aqui, alguém vai dormir no sofá quando voltar para a Casa Branca.

terça-feira, 7 de julho de 2009

É sentar e esperar que passe

Desde do fim-de-semana que me sinto um bocadinho menos cínica no que toca a questões sentimentais.

domingo, 5 de julho de 2009

Santa Susana...ou de como presunção e água benta, cada um toma o que quer

Eu sou uma pessoa fantástica.
Posso ter as minhas fúrias, é verdade, mas depois passa. Não guardo rancores. Não desejo mal a ninguém (excluindo a minha nova colega de casa, mas também não sou Buda nem Cristo). Gosto de quem gosta de mim. Sou uma pessoa disposta a perdoar. Aceito convites para cafés como simples forma de desculpa. Aturo homens na crise dos 30, mesmo depois de ter decidido que não os queria voltar a ver. Tenho sempre um sorriso, uma palavra amiga, um elogio, um incentivo.
Olho para o espelho e penso: "És uma pessoa especial, bondosa, superior."
É bom ser eu.

P.S.: repare-se na quantidade de referências religiosas num só post. Eu estou inspirada pelo dia do senhor ou ainda tenho a tequilla da noite de ontem no sangue.

London Soundtrack

The lonely Island - I'm On A Boat (ft. T-Pain)

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Tristes vidas

Não há nada mais frustante que uma pessoa estar na cama a tentar dormir e ouvir os vizinhos do lado a ter sexo.
"Eh lá, que é isto?.... ihihihihihih.... pronto, pronto, já acabou....eeeerrrr não, ainda dura... e dura e dura... bolas...o tipo deve ser mesmo bom... ainda não acabou???... ai oh pá!... a gaja já deve estar a fingir... não pode ser... ah, bom, finalmente... a minha vida é uma pobreza..."

terça-feira, 30 de junho de 2009

London Soundtrack

Regina Spektor - Fidelity
Ela é linda, adorável e estava derretida com o público.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

É hoje!!!!


Polícia de costumes

Agora que o verão chegou a Londres - e que verão, caneco, é uma mistura de calor, humidade, poluição - eu proponho algumas regras e contenção na forma de vestir das inglesas. É do domínio público que elas não são as criaturas mais discretas e elegantes ao cimo da terra e que o charme parisiense nunca chegou a atravessar a Mancha, mas por esta altura a coisa piora. E isto devido a dois tipos paradigmáticos e verdadeiramente opostos de mulheres:
1. Aquelas que andam pela cidade a desfilar com mini-saias e calções curtíssimos e... podem! Ou seja, têm pernas longas, elegantes, bronzeadas, firmes, sem ponta de varizes ou celulite. P***s! Provam que a história de que nas revistas as modelos são todas alteradas pelo Photoshop é uma mentira vergonhosa inventada por mulheres invejosas e cheias de celulite. Porque na vida real não há Photoshop e aquelas criaturas têm pernas dignas de uma Elle McPherson a posar para a edição de Setembro da Vogue. A culpa dos complexos e anorexias não está nas revistas e na moda. Não! Estás nestas mulheres reais com corpos magníficos que se passeiam por aí sem pudor e que nos deixam infelizes e cheias de inveja.
2. Aquelas que andam pela cidade a desfilar com mini-saias e calções curtíssimos e... não podem! Não podem porque, tal como eu e mais outras mortais, têm carradas de gordura e celulite que ninguém quer ver! É feio, mesmo feio, quase a roçar o nojento em certos casos. Não quer dizer que tenham que continuar a tapar-se como se fosse o pico do inverno, que não usem mangas curtas se tiverem os braços gordos ou que não usem saias de todo se tiverem varizes. Mas se tiverem muffin tops, usem t-shirts menos justas e curtas e, por favor, se tiverem celulite não precisam de tapar os joelhos, mas podem evitar mini-saias que mal chegam a tapar o rabo. Uma saia rodada pelo joelho também refresca e fica mais bonito.
Por favor, que alguém faça alguma coisa!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Childhood Soundtrack

Michael Jackson - Thriller

quinta-feira, 25 de junho de 2009

A minha infância a esvanecer

1958-2009
Não era especialmente fan, mas como qualquer criança nascida nos anos 80, cresci ao som das músicas dele.
Aos 10 anos, vi-o ao vivo em Alvalade. Ainda tenho o bilhete.
Não somos nada, é o que é...

quarta-feira, 24 de junho de 2009

London Soundtrack

Maroon 5 ft, Rihanna - If I Never See Your Face Again

Now you've gone somewhere else
Far away
I don't know if I will find you (find you, find you)
(...)
And I feel a little better than I did before
And if I never see your face again
I don't mind
'Cause we gone much further than I thought we'd get tonight

terça-feira, 23 de junho de 2009

Isto é que se chama multitasking

O meu cérebro está dividido entre a ressaca emocional desta última semana, o álcool acumulado de quase um mês de saídas consecutivas, a nicotina do meu (ligeiro) regresso ao tabaco, a transferência de armamento para NSAs, a procura de emprego e a prática de francês.
Devagarinho, devagarinho, vai funcionando.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

domingo, 21 de junho de 2009

Donzela indefesa

Foi preciso chegar aos 27 anos.

Depois de já ter vivido fora de casa durante 8 anos, um e meio dos quais completamente sozinha num apartamento de rés-do-chão. Em países diferentes, entre eles Israel. De ser "veterana de guerra" e de passar a vida a atravessar check-points. De voltar para casa sozinha seja a que horas fôr. De ter ido sozinha para o Brasil durante um mês. De me desenvencilhar sem precisar da ajuda de ninguém. De pegar numa chave de fendas e tratar dos problemas de canalização da minha casa-de-banho. De gritar quando é preciso, seja o meu senhorio ou o meu ex. De matar baratas voadoras do tamanho de ratazanas. De ter montado o meu sofá do IKEA sozinha. De ter puxado sozinha rua acima durante mais de 1km uma mala de 33kg com as rodas partidas.

Foi preciso chegar aos 27 anos para perceber que, apesar de tudo isto, eu afinal gosto de um homem que me proteja. Alto e de ombros largos. Que atravesse a pista de dança com o braço à minha volta para que ninguém me dê um empurrão. Que se levante e diga ao idiota que me está a chatear "I need you to go now, sir. Please step aside now, sir". Que salte as grades da minha residência só para eu não ter que descer para lhe abrir o portão.

Lá se vai todo o meu feminismo por água abaixo.

God Bless America

e os seus jovens soldados, cheios de saúdinha e virilidade, que arriscam a vida para nos salvar do mal e defender o mundo civilizado, as we know it.
Tudo pelos nossos amigos e aliados militares, sempre prontos a defender-nos, tudo.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

terça-feira, 16 de junho de 2009

Laundry Diva

A desvantagem das coisas terem dado para o torto com o tipo que vive dois andares acima de mim é que agora até para ir lá baixo lavar roupa tenho que estar linda, maravilhosa, sorridente e sem olheiras.

E por falar em ressaca

Vejam este filme.
É a melhor coisa do mundo.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Bring it on baby... but slowly

Claro que toda a energia e boa-vontade vai-se à primeira ressaca.

domingo, 14 de junho de 2009

Bring it on baby

Não há cansaço, desgosto ou frustração que resistam ao mimos da mamã, a comidinha portuguesa, os copos e as gargalhadas com os amigos, ao sol, ao calor e a uma vitória do PSD.

terça-feira, 9 de junho de 2009

É incrível a quantidade de desculpas estapafúrdias que as mulheres arranjam para justificar o comportamento dos homens. Nos últimos anos já ouvi coisas absurdas em conversas de amigas:
- Ele é um gajo muito complexo, pronto, pensa muito e acaba por complicar tudo.
- Ele estava tão bêbedo que não teve noção do que estava a fazer, por isso tens que relevar o facto de ele se ter atirado descaradamente à tua amiga à tua frente.
- Está desesperado.
- Se calhar teve um problema qualquer com o telemóvel /carro /trabalho.
- Estava a fazer-te ciúmes porque tu não lhe estavas a ligar.
- Ele é um relationship guy e como não sabe andar com alguém na desportiva, quando tenta corre-lhe mal.
E a melhor de todas:
- Ele sentiu que se estava a apaixonar por ti e que a vossa relação não tinha futuro, por isso entrou em pânico.
Quando é que as mulheres vão perceber que quando um homem faz asneira da grossa é porque, pura e simplesmente, é um filho da puta, cobarde e insensível que não tem respeito por ninguém a não ser por ele próprio. Será assim tão difícil de aceitar?

domingo, 7 de junho de 2009

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Quano até as músicas aleatórias no iPod desencantam a história da minha vida

I don't wanna hear,
I don't wanna know
Please don't say you're sorry
I've heard it all before
And I can take care of myself
I don't wanna hear, I don't wanna know
Please don't say 'Forgive me'
I've seen it all before
And I can't take it anymore


You're not half the man you think you are
Save your words because you've gone too far
I've listened to your lies and all your stories (Listen to your stories)
You're not half the man you'd like to be

Madonna, Sorry

Nunca um horóscopo esteve tão errado

Este trânsito trará alegria e descontração. Hoje todos os seus contatos, tanto os profissionais quanto os pessoais, correrão muito bem, em função principalmente de seu carinho e interesse pelas pessoas. Talvez venha a angariar benefícios futuros a partir de novos relacionamentos iniciados hoje. Este trânsito é um bom indício de sucesso em um novo romance.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Desastres

Há noites em que tudo o que pode correr mal, corre. Em que aquilo que não tem maneira de correr mal, também corre mal.
E parece que também sofro de drunk dial.
E isto é só o relatório preliminar. Quando tiver coragem e sair do meu quarto para enfrentar o mundo lá fora, o cenário pode revelar-se ainda mais catastrófico.
Vale-me ao menos o rímel da Bourjois que se mantem intacto depois de umas (poucas) horas de sono.

terça-feira, 2 de junho de 2009

Fury dialing

Há quem sofra de drunk dialing, ou seja, quando a noite já vai avançada e os copos foram muitos, começa-se a enviar mensagens ou a fazer telefonemas para as pessoas erradas. Dá quase sempre mau resultado.
Eu sofro de fury dialing, isto é, se me dá uma fúria o melhor é sair de perto porque eu disparo para todo o lado. Em especial se tiver um computador à frente.Também dá quase sempre mau resultado.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

NO ONE PUTS BABY IN THE CORNER

Eu nunca vou perceber

o que leva uma mulher a usar um fato-de-treino (se calhar podia pôr já o ponto final aqui) de veludo cor-de-rosa. Se tiver qualquer coisa escrita na parte de trás das calças... bem, isso então... não só ultrapassa a minha capacidade de compreensão, mas também de respeito e tolerância.

Bela Adormecida

Eu agora vou deitar-me e dormir um longo sono.
Por favor só me acordem quando os homens começarem a ter um comportamento de gente normal. Quando não se mantiverem em silêncio por vários dias e depois aparecerem do nada, sem água vai sequer. Quando não fizerem coisas idiotas só para chamar a atenção. Quando perceberem que as coisas têm um fim. Quando deixarem de ter reuniões de trabalho na cidade onde vivo. Quando mantiverem um comportamento regular para que eu possa saber o que esperar. Quando me convidarem para sair ou cozinharem para mim signifique que estão mesmo interessados. Quando deixarem de ser uns cobardes. Quando aprenderem a ser coerentes.


"I know you lost your trust,
I know you lost your trust,
Don't lose your trust,
I know you lost your trust."

Coldplay - See you soon

terça-feira, 26 de maio de 2009

Ultimo Exame

Oasis - Whatever - Promo Vid

I'm free to be whatever I
Whatever I choose
And I'll sing the blues if I want
Whatever you do
Whatever you say
Yeah I know it's alright
Whatever you do
Whatever you say
Yeah I know it's alright

domingo, 24 de maio de 2009

Choque de civilizações

Tenho o meu último exame na 3º feira, sendo que os planos passavam por começar a beber à uma da tarde e entrar em letargia alcoólica durante uma semana.
Bons planos, sim senhor... até me aperceber que as únicas pessoas que eu de facto conheço naquela turma são muçulmanas. Vou celebrar com shots de sumo de laranja.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

My life sucks

Estão 30ºC em Tel Aviv e a minha discoteca de praia favorita reabriu ontem para a época de Verão.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Do porquê de eu estudar direito internacional humanitário

Um dia, estava eu num sítio importante com pessoas importantes devido a questões de elevada importância, quando alguém disse a maior barbaridade do mundo. Nesse momento, tive que me controlar seriamente para não me levantar e gritar "Tretas! Mas acha que alguém acredita nisso??? Passam a vida a violar todos os acordos e acham que nós ainda vamos em histórias da carochinha???" A minha posição júnior não me permitia dizer semelhante coisa, mas chocou-me o facto de os seniores que lá estavam não terem dito absolutamente nada.
Desde então sonho com o dia que, estando já numa posição sénior, possa levantar-me e dizer "Tretas! Passam a vida a violar o artigo 49 da GC IV que, ao contrário do que vocês dizem, se aplica a este território - que é ocupado e não disputado, btw - mesmo que a outra parte não seja uma HCP. Acham que ainda acreditamos nas vossas boas intenções??? Yeah! In your face, sucker."
É para isto que eu estudo DIH. Não é para teorizar sobre se a normativização incentiva a legitimização da violência e da morte ou se a criminalização da violação como arma de guerra subverteu as relações de género no direito internacional. Não é não.

And then it got even better

segunda-feira, 18 de maio de 2009

London Soundtrack

Norton - Pump Up The Jam

O sonho de uma mulher

Haverá coisa melhor neste mundo que um homem nos telefonar a convidar para... ir às compras?
Hoje estou a sentir um bocadinho Victoria Beckham.
Será que ele me deixa pintar-lhe as unhas dos pés de cor-de-rosa?

domingo, 17 de maio de 2009

Intelectual Groupie


Parece que o Bernardo Pires de Lima vai dar autógrafos hoje na Feira do Livro de Lisboa.
Gostava de saber que ele era capaz de assinar roupa interior, qual estrela de rock.
É que o senhor é giro, jovem, inteligente e até escreve livros sobre política. Isto é ainda mais sexy que o Jim Morrison a cantar baby light my fire.

sábado, 16 de maio de 2009

A minha vida (e provavelmente de outras pessoas também) seria bem mais fácil se Israel assinasse o Protocolo I da Convenção de Genebra e o Hamas pertencesse à OLP.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

A política em Portugal bateu no fundo

quando eu começo a concordar com o que o Paulo Portas diz e com as propostas da Conferência Episcopal (já sei quem vai ter tanto orgulho de mim).
Sim, porque, ao contrário da tendência geral, eu não viro à esquerda quando há uma crise. Cada vez que o país teve um governo socialista, a situação económica e financeira do país entrou em descalabro.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Os homens andam tão tótós

Acho que nem se uma mulher se pusesse completamente nua à frente deles, eles perceberiam que tinham que tomar uma atitude.
Haja vida!

terça-feira, 12 de maio de 2009

London Soundtrack

Flight Of The Conchords - the most beautiful girl in the room

segunda-feira, 11 de maio de 2009

O problema do mundo académico é que há demasiada gente a ler demasiado Foucault e a levá-lo demasiado a sério.
Leiam Maquiavel que é bem mais divertido.

sábado, 9 de maio de 2009

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Problemas de concentração e regras sociais

Estou, as we speak, a tentar estudar na biblioteca (aaah as maravilhas das novas tecnologias portáteis e sem fios).
O tipo que está sentado ao meu lado tem um mau hálito que não se aguenta. Sim, é tão mau que mesmo não estando frente a frente consigo senti-lo.
Já não bastava o pessoal que abre pacote de M&M muuuuuuuuiiiiiiiiiito devagarinho para não fazer barulho e que depois ainda tira um M&M de cada vez de dentro do pacote, o pessoal que não pára de conversar, o pessoal que tem sempre o tlm a vibrar e o que escreve no computador com tanta força que faz abanar a mesa toda, ainda tenho que aguentar um gajo com mau hálito ao meu lado.
E mudar de lugar, não? NÃO! Porque em plena época de exames não há um único lugar disponível!
Devia haver teste de etiqueta para se ser admitido nas bibliotecas.

Nem acredito que esteja a dizer isto

Mas prefiro mil vezes exames de manhã. Bem cedo (leia-se lá para as 9.30 ou 10.00) pela fresquinha. É acordar e ir.
Exames à tarde dão-me tempo para ficar nervosa e achar que não sei nada.

terça-feira, 5 de maio de 2009

São coisas minhas

Eu não vou discorrer sobre a obsessão das mulheres por sapatos, se é cliché, influência das revistas e da televisão, o que seja. Interessa-me que eu gosto de sapatos e pronto. Ninguém tem nada que ver com isso. Eu não chateio nem prejudico ninguém com isso. Não deixo de fazer coisas pessoais ou profissionais por causa disso.
Nem eu, nem nenhuma outra mulher.
Alguma vez se ouviu uma mulher dizer:
"Ai querido, hoje não posso. Vai dar o Manolo contra o Louboutin para a final da London Fashion Week" ou "Pois... sim...hãhã...espera lá que eu já te atendo, estou quase a passar de nível... vai, vai... espeta o stiletto no olho da gorda de crocs....iiiiiiiiiiieeeeeeeeeeeeeeeee... finalmente!!!!! Passei para o nível Choo!!!!!"????
Ou já deu um enxerto de porrada a outra só porque ela calçava uns Sergio Rossi num bairro de adeptas de Nine West?
Não, pois não? Então lembrem-se disso antes de abrirem a boca para dizerem "Mais um par de sapatos?????"

segunda-feira, 4 de maio de 2009

As melhores gargalhadas dos últimos tempos

O filme SUPERBAD.
O melhor teen movie depois do Juno.
Viva o Michael Cera.

Cada sociedade tem a versão que merece

O folheto informativo do Eurostar está escrito em inglês e francês.
Versão em inglês:
"Já colocou a etiqueta identificadora na sua mala? Se adora a sua mala, coloque a etiqueta. Por favor não se esqueça de usar as duas etiquetas de bagagem fornecidas com esta carteira de bilhetes. Precisa de identificar toda a sua bagagem antes de embarcar - é uma coisa de segurança."
Versão em francês:
"Questão de etiqueta. Gosta das suas malas? Proteja-as colocando-lhes uma etiqueta. Encontrará dois exemplares no interior desta bolsa (não pode dizer que não lhe facilitamos a tarefa)."
P.S.: O Eurostar é chique. Chique a valer! Avião é para o povo.

domingo, 3 de maio de 2009

Paris Soundtrack

Peter Sarstedt - where do you go to my lovely

Beat the system

Mais do que quando usa roupa de uma marca cara, uma mulher fica realmente feliz quando recebe um elogio em relação a uma peça barata comprada em saldo na Zara ou na H&M.
É uma especie de "Ah ganhei! Enganei o sistema!"

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Je ne suis pas là

Que se tramem os exames, a gripe suína, a biblioteca, a crise global, os sumários, a procura de emprego, as mensagens de tipos em quem eu não sei se estou interessada, os planos para o verão, as eleições, a jurisprudência, o critical engagement, os tribunais internacionais e os programas de reconciliação nacional.
Amanhã vou para Paris. O mundo não gira no paraíso.

terça-feira, 28 de abril de 2009

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Frases que inspiram

"The ban on acts of extermination or of barbarism is intended to preserve not only the life of the victims, but also the humanity of the transgressors."
"... while warfare has always been an integral part of the international relations, it remains transitional and should be conducted in such a way that it does not prevent a return to peace."

Françoise Bouchet-Saulnier, Introduction to International Humanitarian Law

domingo, 26 de abril de 2009

Killer Boobs

A desvantagem de sair à noite com um grande decote é que os meus amigos passam o tempo a arrastar-me para o bar porque atraio os olhares do barman e consigo as bebidas mais depressa.

sábado, 25 de abril de 2009

London Soundtrack

Cinematic Orchestra - To Build A Home
Obrigada ao anónimo que há uns meses me deixou esta sugestão no blog.

Declarada insanidade temporária

Hoje fui comprar um presente de noivado. Naquela secção de coisas sérias dos armazéns.
Agora apetece-me casar, ter filhos, estabelecer-me finalmente num só sítio, comprar um apartamento lindo de morrer (é aproveitar agora a crise imobiliária) e poder decorá-lo com milhares de coisas giras sem ter que pensar que vou ter de as vender dar, deitar fora ou pagar fortunas para as transportar para outro país.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

O bom velho sentido de humor israelita

Inquérito promovido pelos militares israelitas concluiu que actuaram de boa fé em Gaza.
Na edição impressa do Público.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Fashion Fix

Ah a Primavera... os primeiros dias de calor... abrir finalmente a gaveta das t-shirts, olhar para os vestidos sem pensar que tenho collants lavadas, piscar o olho a sapatos mais abertos. Ver a roupa de Verão tantos meses depois é como ir às compras e trazer um armário quase novo; é olhar para a roupa como se fosse a primeira vez. Durante um belo par de semanas ou, pelo menos enquanto o bom tempo se aguentar, é um desfilar de roupa nova, mesmo que já venha de há cinco Verões atrás. Às vezes até tenho a sensação que não vou precisar de comprar coisas novas durante o verão inteiro, tal é o deslumbre com que olho para o que tenho, em especial quando descubro peças de que já não me lembrava.
Esta sensação de deslumbramento pode acabar abruptamente se, ao segundo dia de bom tempo, eu tiver um date. Sim, um date. Pior, um blind date. Eu sei, mas não vou comentar e agradeço que também se abstenham de comentários. Adiante. A roupa de verão e o date. Pois nesse momento toda a roupa parece velha, roçada, sem forma. É um vestir e despir de roupa que não tem fim. Põe e tira. T-shirts. Jeans. Camisas. Vestidos. Não, vestidos é melhor não. Pode parecer demais. Sapatos. É um olhar para o relógio para ver se ainda há tempo para ir à Topshop. Aaaaaaaaaaaahhhhhhhh já estou atrasada!!!!
A sorte é que eu sou contra sexo no primeiro encontro (ahahahahahahah), porque se o rapaz visse metade do meu armário espalhado pela cama, cadeira, chão e casa-de-banho era capaz de ficar com uma má impressão de mim.

Hoje vou estar assim

domingo, 19 de abril de 2009

Ler é maçada, estudar é nada

Quando estava a acabar a licenciatura e estava mergulhada em exames e trabalhos finais, viciei-me na Oprah. Babei com a entrevista do Matthew Mcconaughey, conheci a criancinha que não sente dor e por isso arrancou um olho a si própria e fiquei a saber como o soutien certo muda completamente a silhueta.
Agora, em plena época pré-exames de final de mestrado, estou completamente viciada no Gok Wan e no seu How to look Good Naked. Por isso, em vez de saber qual é o legado dos julgamentos de Nuremberga ou como fazer uma petição para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, estou a aprender a valorizar a minha forma de pêra, a enaltecer as minhas curvas femininas e a minha cintura fina, a amar o meu rabo grande e a minha celulite.
Sempre é mais útil que andar a lavar louça...

sábado, 18 de abril de 2009

Something has to change

Algo vai mal quando começamos a desabafar sobre a nossa vida sentimental e toda a gente desata a rir à gargalhada.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

On beauty

Ontem uma senhora indiana disse-me "Nunca te cases com um homem bonito".
Oh minha senhora, isto já está tão difícil para arranjar marido, achas que eu ainda vou ser esquisita e só escolher homens feios???
Eu fico com o que aparecer. Se ele fôr alto, louro, atlético e lindo de morrer, paciência. Afinal o que conta é o interior.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Rush of blood to the head

Não há maior injecção de adrenalina do que carregar no botão "enviar" para mandar um mail que pode decidir a nossa vida.

Choques culturais

Porque é que, no Reino Unido, os piropos que oiço são "Hey beautiful", "Had a nice day beautiful?" e, em Portugal, são "Eh pá grandes mamas", "És pouco boa, és", "Era uma tarde e pêras"?

terça-feira, 14 de abril de 2009

E assim se cumpre a tradição

Depois de Lisboa, Paris, Tel Aviv, chegou agora a vez de Londres.
O meu telemóvel britânico foi roubado. Algures entre uma estação de correios de Vila do Conde e a caixa de correio da minha humilde residência em Londres. A embalagem dos correios foi delicadamente aberta, o telemóvel retirado e a embalagem fechada de novo a fita-cola.
A consolação é que os roubos têm gradualmente vindo a tornar-se menos violentos e com custos materiais menos elevados.
E assim me mantenho zen.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Jesus Cristo [...] não sabia nada de finanças II

Porque raio pago eu menos de 14 libras para ir de avião a Portugal (ida e volta!) e 85 libras para ir de comboio a Paris, que é aqui mesmo ao lado?

sábado, 11 de abril de 2009

Durex Play O Opera Advertisement

Se a versão da Flauta Mágica a que foi há uns meses tivesse sido assim, teria sido bem mais interessante e eu ter-me-ia tornado uma verdadeira amante de ópera.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

A segunda melhor maneira de me deixarem nervosa é dizerem -me: "Se não gostas do tema da tua tese, muda. Podes e deves mudar as vezes que quiseres. Caga para o teu supervisor e para a administração da faculdade. És tu que vais passam três meses a ler e escrever sobre isso, não eles."
Este dia está a desestabilizar a minha vida toda.
A melhor maneira de me deixarem nervosa é convidarem-me para ir a Paris.
Já estou desestabilizada.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Porta da rua serventia da casa

Irlanda diz que não precisa de ser salva pela União Europeia

Primeiro foi a história do referendo, agora este tom de secessão.
Ilha por ilha, preferimos a Islândia. Mesmo na bancarrota.

terça-feira, 7 de abril de 2009

London Soundtrack

Justice - D.A.N.C.E
Os franceses são mesmo bons em música electrónica!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Jesus Cristo [...] não sabia nada de finanças

Finalmente a Coreia do Norte lançou um missilzito.
A ver se a política international volta finalmente a ser de facto política. Desde Setembro que só se fala em crise e credit crunch. E eu que não sei nada de economia... (apesar de ser a nota mais alta que tive na faculdade, são os mistérios da FCSH).
Já de qassams, katiushas, salw e mísseis balísticos... isto começa a aquecer.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Geração Magalhães

O meu irmão de 10 anos pergunta-me umas coisas sobre a "europa" e eu dou por mim a explicar o funcionamento do parlamento, da comissão e até das presidências rotativas!

De como eu vou sempre parar a escolas de comunistas

Cheira-me que a minha faculdade em peso anda metida nas manifestações contra a cimeira do G20, professores incluídos.
Metade deve estar presa. A outra metade deve estar no hospital.
Pode ser que eu não chegue a ter exames.

domingo, 29 de março de 2009

Sim, estou viva

Eu sei que o blog anda um bocado parado. Mas eu agora estou de férias.
Voltarei em breve a Londres porque tenho que estudar para os exames. Nessa altura o blog terá muito mais actualizações.
Porque, já se sabe, em época de exames, os blogs estão sempre actualizados, os quartos arrumados, os emails enviados, a louça lavada. Tudo o que faça não estudar.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Penas Exemplares

As pessoas que fazem este tipo de coisas, que matam, atacam ou ameaçam representantes de agências humanitárias deviam ter o mesmo tipo de penas que aquelas que atentam contra agente de autoridade. As condenações deviam ser agravadas e as penas exemplares!
E não me venham com a história de que as OIs e as ONGs não passam de instrumentos neocolonialistas do Ocidente (eu sei que provalvemente ninguém vem para cá dizer isso, mas certas criaturas na minha faculdade eram bem capazes disso).

terça-feira, 17 de março de 2009

Em regime de metadona

Ou como substituir um vício por outro um pouco menos pernicioso:
Acabadas as duas séries do Gossip Girl, comecei a ver a terceira série do Irmãos e Irmãs (sempre tem menos sexo, drogas e miúdos giros).

domingo, 15 de março de 2009

London Soundtrack

Broken Social Scene - Lover's Spit

quinta-feira, 12 de março de 2009

A sujidade também pode ser atraente

Vou deixar de lavar calças de ganga.
Cada vez que as lavo sinto-me mais gorda.
Suja, sim, mas a sentir-me elegante!

quarta-feira, 11 de março de 2009

Da preguiça

Eu pergunto-me quem de facto é bem sucedido na vida, os bons trabalhadores ou os chicos-espertos.
Ou por outra, se uma pessoa se consegue safar com pouco trabalho, mas muita lábia, para quê trabalhar muito?

terça-feira, 10 de março de 2009

"Os homens mentiriam muito menos se as mulheres fizessem menos perguntas"
Max Nunes

segunda-feira, 9 de março de 2009

Reconhecem?

Love You Inside Out - Bee Gees
A outra versão aqui:
http://susanainlondon.blogspot.com/2008/12/london-soundtrack_11.html

Por estes eu deixava de beber

domingo, 8 de março de 2009

Contas à vida

Se eu gastasse menos dinheiro em álcool, a esta altura já tinha uns Manolos ou uns Louboutin.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Para além da moral

Eu sei que não tenho nada que ver com isto. Não sou católica nem quero ser. Quer dizer, sou católica porque sou baptizada, mas ninguém me perguntou se queria ser católica, por isso não conta.
Não me interessa a opinião da Igreja sobre o sexo, o casamento, o divórcio, o aborto... penso que quem é católico que se intenda.
Mas ao ler estas notícias não posso deixar de ficar chocada: "Um arcebispo brasileiro pediu a excomunhão dos familiares de uma menina de nove anos que realizou um aborto após ter sido violada, bem como a excomunhão dos médicos e enfermeiros envolvidos no acto. (...)No entanto, os médicos que acompanharam o caso garantiram que a menina não estaria suficientemente desenvolvida para aguentar uma gravidez de gémeos, estando em risco a vida da criança "
A Igreja sempre falhou no apoio às suas "ovelhas". Até durante a guerra dos Balcãs, quando a violação foi usada massivamente como arma de guerra contra mulheres muçulmanas e cristãs, a Igreja falhou. Enquanto as hierarquias islâmicas, apesar de defenderem uma moral sexual restrita, souberam apoiar as suas seguidoras vítimas de violência sexual, a Igreja manteve a sua postura moral, sem qualquer ligação com a realidade.
Fico feliz de não precisar de acreditar em "qualquer coisa superior" nem de ter de obedecer a uma instituição tão desprezível como a Igreja católica.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Hoje o mundo ficou um bocadinho melhor

Apesar de todas as polémicas e ameaças, o Tribunal Penal Internacional emitiu hoje um mandato de captura contra o Presidente do Sudão por crimes de guerra e crimes contra a humanidade. Aqui.
Infelizmente nem tudo é perfeito e os meios de comunicação (pelo menos o JN) não sabem ler Press Releases, nem dar informações correctas (mas não é essa a função deles????): Al-Bashir não está acusado de genocídio.

My very first music album cover


Procurando palavras, citações e fotos na Wikipedia, Quotations Page e Flickr, respectivamente, faz-se a capa de um álbum. A minha banda tem uma sonoridade electrónico-melancólica.
For praising the deeds of others: http://www.quotationspage.com/random.php3
Há muitas mulheres que eu admiro no mundo. Sofia Coppola, Marianne Pearl, Condoleezza Rice (sim, apesar de tudo eu até gostava da Condie), Aung San Suu Kyi.
Mas não admiro nenhuma delas como admiro a tipa que vi hoje no metro a maquilhar-se. Com a carruagem aos abanões e sempre a travar, ela conseguiu pôr o eyeliner e o rímel sem falhas.
Não posso senão admirar.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Yes, I'm a bitch

Alguém reparou, no Vicky Cristina Barcelona, na celulite da Scarlett Johansson na cena do piquenique??????????

domingo, 1 de março de 2009

Vem viver a vida, amor

Também estou viciada no Conta-me como foi...
É o meu fim de domingo em pleno.
Abençoada RTP online.

XOXO I know you want me

Não sei se é de passar muito tempo com norte-americanos (canadianos incluídos), mas eu estou complemente viciada em Gossip Girl, Home Video e Family Guy.
Horas de estudo perdidas, horas...

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Porque é bom viver em Londres

U2 in surprise rooftop gig at BBC - Magnificent
Porque corre o rumor de que os U2 vão dar um concerto grátis no meio da rua, milhares de pessoas vão para lá - euzinha incluída - e é mesmo verdade!!!!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Quantas vezes é uma mulher capaz de mudar de roupa antes de sair de casa?
E especialmente quanto está atrasada...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Oscars II

O melhor vestido.
O pior foram basicamente todos os outros.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Oscars

Estou muito contentinha pela atribuição deste 3 oscars.
Não fiquei muito convencida com o Slumdog Millionaire.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Não somos nós, são eles II

Ok
Depois do comentário do EU - ;) - decidi ter uma conversa com um elemento do sexo masculino para esclarecer a minha mais recente descoberta à cerca dos homens, de que eles não ouvem metade do que nós dizemos.
O dito elemento do sexo masculino disse o seguinte: "nós somos um caso crónico de alzheimer: há dias em que estamos bem e ouvimos tudo o que vocês dizem; há outros em que vocês falam de política internacional ou do filme que viram na noite passada e nós só conseguimos responder 'gostei muito deste bolo'. É assim, temos dias. Mas, de facto, é uma realidade: não conseguimos ouvir tudo o que vocês dizem".
Ao que eu respondo: não faz mal, eu só queria confirmar que é verdade e que há coisas que eu não devo levar a peito.
No problem.

Não somos nós, são eles

Há verdades libertadoras na vida de uma mulher.
Como a famosa "he's just not that into you". Com a qual eu me deparei hà cerca de três anos. Ai, agora há um filme sobre isto? De facto eu sou muito à frente e agradeço à sra Oprah.
Esta semana assimilei finalmente outra realidade bastante importante para a sanidade mental de uma mulher heterossexual e/ou com muitos amigos do sexo masculino: "eles não ouvem metade do que nós dizemos". Não vale a pena insistir nem levar a coisa a peito. Eles não ouvem. Pinto final. A culpa não é nossa. Nem deles. É da biologia, das hormonas. É como a inacção pós-orgásmica. Nada a fazer.
É assim, coitadinhos. Desconhecem o conceito de multitasking... e mesmo unitasking já é um desafio!
É libertador. Acreditem! E leva-me a repensar este fim-de-semana.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Ama o teu próximo... a menos que seja muçulmano

A possibilidade de ver o telejornal português na Internet traz algumas desvantagens: acabo por ver coisas que me tiram do sério.
As coisas absurdas que a Igreja Católica diz em relação, por exemplo, ao aborto ou ao uso do preservativo passam-me completamente ao lado. Não sou católica nem quero ser e só segue as leis da Igreja quem quer. O caso muda de figura quando altas figuras da hierarquia católica avisam as suas incautas ovelhas para não casarem com muçulmanos. Aqui já se trata de uma questão de xenofobia que, para além de ser ilegal, pode ter consequências sérias para a paz social que nos afecta a todos. Começa a notar-se a transição do papado de João Paulo II, um homem conservador mas que soube desenvolver um notável diálogo, para o de Bento XVI, figura mais radical e perigosa (relembre-se os comentários de há 2 anos também à cerca do Islão). Volta, JP II, estás perdoado.
Mas como se isto não fosse grave o suficiente, a comunicação social ainda ajuda a festa. Hoje foi a segunda vez que vi reportagens de gosto duvidoso sobre casamentos entre mulheres católicas e homens muçulmanos. Aparece sempre a desgraçadinha cujo marido mudou completamente depois do casamento: não a deixava maquilhar-se, vestir mini-saias, sair à noite, falar com outros homens, controlava-a constantemente. E isto só acontece porquê? Porque o tipo é um mohammed, daqueles que passa a vida a bater com a cabeça no chão enquanto murmura umas coisas esquisitas e, já se sabe, qualquer vai rebentar-se aí num sítio qualquer.
Eu repito o relato: não a deixava maquilhar-se, vestir mini-saias, sair à noite, falar com outros homens, controlava-a constantemente. Não é este o relato de várias mulheres vitimas de violência doméstica ou de companheiros desequilibrados e ciumentos? Será que todas as estas mulheres casaram com muçulmanos?
Exige-se mais responsabilidade social por parte dos meios de comunicação, em especial da RTP. Porque da Igreja já não se espera nada a não ser asneira.

sábado, 14 de fevereiro de 2009

De regresso

Sem marido sueco e correspondente protecção social, mas viva depois de ter lutado contra o frio escandinavo.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Em suspenso

Este blog vai mudar de ares.
Do frio para o gelo.
Pelo menos durante 4 dias.
Até ao meu regresso.

O filme da minha vida

Sofia Coppola
"With few films under her belt (The Virgin Suicides, Lost In Translation, Marie Antoinette) as a writer/director, she's already highly respected and connected -- her dad, Francis, directed all The Godfather movies and Apocalypse Now. Sofia's good at making the romantic drama that is your life with poignant sullen moments of introspection. You saw how she stylishly handled Marie Antoinette's life, no? And who didn't have at least a lump in the throat at the end of Lost In Translation? She's already won one Academy Award for her writing, now she'll be the first woman to receive one for directing -- YOUR FILM!"
O teste aqui.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Avistamentos do fim-de-semana

Lara Stone em The Apprentice, Vogue Italia
1º avistamento: Lara Stone.Uma das melhores e mais arrojadas modelos fotográfica que já vi. A passear em Angel. Até senti que estava em Paris.
2º avistamento: o tipo por quem eu fui perdidamente apaixonada aos 15 anos. A passear em Camden. Até senti que estava em Coimbra. Cruzes!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

London/Paris Soundtrack

Ladyhawke - Paris Is Burning

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

A arte de estragar tudo...

... ou de como os homens são uns trapalhões.
Girl meets boy II. São apresentados numa festa. Ele não é nada de especial, até dá para o feiote. Ela nunca olharia para ele duas vezes. Provavelmente nem uma. Ele fala em irem os dois fazer patinagem no gelo e pede-lhe o número. Ela pensa que ele até tem imaginação e uma abordagem original. Ainda não muito convencida, mas impressionada com o convite, dá-lhe o número.
Mais tarde, ele envia uma mensagem. Ela ri-se. A mensagem tinha piada. Ela pensa que, para além de imaginação, ele tem bom-humor. Apesar de dar para o feiote. Ela fica curiosa para saber o que vem a seguir.
Dias depois, ela recebe outra mensagem dele: "Olá xxxxxx! Eu querote". Assim, com erro ortográfico e tudo. Ela fica boquiaberta e não responde. Trinta minutos depois, ele volta a enviar mensagem: "Sem ofensa".
Tarde demais, meu amigo, tarde demais...

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Telavive

"É uma manhã cálida, típica do Inverno em Telavive. Enquanto Jerusalém veste o casaco e a Europa congela, aqui anda-se de t-shirt, e há gente a tomar banho no mar, em frente.A maior cidade de Israel é a cidade easy going, sempre a uns quarteirões da praia [...] com o Mediterrâneo dos dois lados, cães, bicicletas e biquinis."

Na edição impressa do Público.

A arte de estragar tudo...

... ou de como os homens são uns trapalhões.
Girl meets boy. Começam a conversar. Têm imensa coisa em comum. Ambos esquecem que estão numa festa cheia de gente. Não vêem mais nada a não ser um ao outro. Ele tenta impressioná-la. Ela ri-se das piadas dele. Todos os amigos à volta estão a comentar. E a conversa dura e dura e dura...
Até que ele pergunta: "Qual é a tua opinião sobre one-night-stands?"
Já foi...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

A subtil linguagem do Facebook

É curioso como o Facebook não serve apenas para mostrar quão populares somos. Pelo números de amigos, mesmo que metade sejam pessoas com quem não falámos mais de 5 minutos numa festa. Pelo número e conteúdo de recados que nos deixam no perfil. Pelo número de fotos em que nos tagam.
O Facebook também serve para ignorar ou até desprezar ostensivamente certas pessoas. Não aceitando durante meses os seus pedidos de amizade - "oh, ainda não aceitei o teu pedido? ai desculpa, nem reparei...". Ou tendo todos os amigos em comum na lista de contactos menos aquela pessoa.
Não há como negar. Todos fazem isto.
Aaaaaahhhhh... a beleza da linguagem do Facebook...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Dia de ressaca

A neve é como uma bebedeira: no momento é tudo muito bonito, muito divertido, mas no dia seguinte é que são elas.
A neve está a transformar-se em gelo e lama, escura e escorregadia. É preciso andar com muito cuidado para não escorregar. Doem-me as costas de andar sempre a olhar para o chão para não cair. Anda-se muito devagar: um caminho que normalmente faria em 40 minutos, hoje demorou-me 1h30.
Haverá guronsan para a neve?

Falsas esperanças

O telemóvel toca. Uma mensagem. Logo de manhã. Humm... quem será? Um miúdo giro? Qual deles? Eu já a fazer contas de cabeça...
"Have you had a swear (pap test) in the last 5 years? when was it? where? what was the result? If not, please call xxxxxxx to book an appt"
O meu centro de saúde manda-me sms de manhã a perguntar se eu já fiz um papanicolau??????

Wake up, it's the fire alarm

... ou de como acordar abruptamente e ficar zonza para o resto do dia. Raios partam as pessoas que deixam queimar torradas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Wake up, it's a beautiful morning III




Eu sei que já toda a gente viu fotos de neve, mas eu estou muito feliz com as minhas.


Wake up, it's a beautiful morning II

Que bom que é receber um mail destes logo de manhã:
Dear all,
It seems not many emails are travelling round the SOAS system, I would recommend that due to the adverse weather conditions and the recomendation that you should not travel unless absolutely necessary that it would be wise not to attend classes today. I have cancelled mine, please pass this message on to as many students as possible and recommend that they stay in and stay safe as more bad weather is expected during the afternoon.
take care of yourselves,

Wake up, it's a beautiful morning




domingo, 1 de fevereiro de 2009

Conversas de amigos

Amigo: ... Não tens namorado porque és muito esquisitinha, pões defeito em tudo. Estás à espera de quê? Do tipo perfeito?
(30 minutos depois)
Amigo: Deste o teu número àquele gajo???? Não acredito! Conseguias melhor que aquilo, muito melhor...

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

London Soundtrack

The Magic Flute, the Queen of the Night

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Abertura da época de caça II

Parece que a notícia já tem alguns meses, mas eu só soube agora. Até fiquei sem ar.

Just a perfect day...

Acordar tarde.
Beber um capuccino.
Aproveitar o sol.
Passar horas numa livraria.
Ver o Gossip Girl.
Ler a Elle e a Vogue.
Comer bombons.
Ir à Opera.

... Problems all left alone